dos fluidos

 

dos fluidos

 

seu suor

meu gozo

seu gozo sua

sua

sua

sua…

eu nua

descubro em seus poros

abertos

minha poesia

latente

pulsante

ofegante

sua.